Translate

Livro de Visitas

Acede aqui ao livro de visitas do site antigo.


aqui o novo projeto CT ou podes transferir o ficheiro para o teu computador.

8 comentários:

  1. Espero sinceramente que este projecto se torne realidade. Numa altura de crise seria com certeza uma boa tábua de salvação para economia regional transmontana. Força!

    ResponderEliminar
  2. Amei o vosso site O.O Era bom que houvesse iniciativas destas, cheias de esperança e optimismo! ;)

    ResponderEliminar
  3. Excelente iniciativa. Esperemos que se torne realidade. Queria apenas dar a minha opinião quanto a duas coisas: continuação da linha do Tua até ao apeadeiro de Tralhão e construção de um novo traçado que contornaria a futura albufeira da barragem até à estação do Tua e continuação da linha de Guimarães até Fafe e Arco de Baúlhe.

    ResponderEliminar
  4. GRande projeto, mas fico com as minhas dúvidas na ocupação de terrenos que já foram ferrovia e agora ou estão ocupados por estradas ou por eco pistas.

    Muitos parabéns

    ResponderEliminar
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  6. A ideia é super-interessante. Mas uma coisa é a aquilo que gostamos e queremos ver valorizado, e outra é aquilo que realmente é possível. Acho que o que se pede tanto do Estado como da REFER nunca será aceite, e até os próprios passageiros a quem se destina são apenas um nicho. Houve já iniciativas parecidas (não tão globais, apenas exploração das linhas já existentes) sobre grande parte das linhas de via métrica quando estas foram encerradas, em que capitalistas, essencialmente ingleses, se proposeram continuar a exploração das ditas linhas apenas com investimento privado com fins turísticos. Simplesmente, a REFER nunca cedeu nenhum leito de via. Possivelmente as coisas agora seriam diferentes, pois maior parte desses leitos já não pertencem à REFER, mas estão ocupados por ciclovias...
    Em resumo, por mais que eu goste da iniciativa e a quisesse ver em prática, não investiria o meu dinheiro neste projecto por o considerar de muito alto risco!

    Continuação de bom trabalho ;-)

    ResponderEliminar
  7. Força com o projeto

    Se este projeto se tornar realidade Tras-Os-Montes poderia ver-se revitalizado. Ha muito tempo que esta região esta a perder tudo porque o governo portugues só esta a deixar Tras-Os-Montes sem nada.

    ResponderEliminar
  8. Pessoalmente acho que seria mais adequado fazer a modernização de todos os traçados e a construção dos novos em bitola padrão ou bitola internacional de 1435mm, uma vez que já é usada em aproxidamente 60% das linhas de comboio por todo o mundo, inclusive em Portugal nas linhas dos: Metro do porto, Metro de Lisboa, Metro Sul do Tejo.
    Como alternativa temos ainda a bitola mista que é utilizada em espenha para compatibilizar na mesma linha comboios de bitola internacional e comboios de bitola ibérica!
    Actualmente em portugal as únicas linhas de bitola estreita ou bitola métrica são a do Tua e Vouga!
    Por isso pergunto, Porquê bitola métrica?

    ResponderEliminar